A opinião das pessoas a quem prestamos serviços é importante.

Para ser uma casa melhor e ser a primeira escolha das famílias procuramos diariamente fazer o nosso melhor. Saber se estamos a corresponder às expectativas das pessoas a quem prestamos serviços permite-nos ajustar o nosso esforço para o que realmente é importante.

Assim sendo, queremos agradecer a quem participou e respondeu aos questionários de avaliação da satisfação.

Queremos também agradecer os comentários e observações que escreveram. Acreditamos que a resolução de algumas das questões que nos colocaram é importante para o bem-estar de todos. Por esse motivo, assumimos o compromisso de conversar sobre esses temas no próximo encontro de pais e nas reuniões de utentes e familiares.

Obtivemos os seguintes resultados na avaliação da satisfação de utentes:

Creche - 100%

Centro de dia - 95%

Estrutura residencial para pessoas idosas - Porto de Abrigo - 95%

Serviço de apoio domiciliário - 88%

Finalmente, queremos agradecer os elogios. Ficámos particularmente felizes por perceber que, no geral as pessoas estão satisfeitas e gostam dos nossos serviços,

na Creche:

De sentir-me em casa. Acho que isso diz tudo.
De sentir que o abrigo faz parte da família e o conforto com que ficamos sempre que todos os dias de manhã deixamos ficar o nosso filho pois está muito bem entregue.
De poder deixar o meu filho completamente descansada! E com plena confiança na instituição!
De sentir que as crianças ficam felizes e bem entregues onde se sentem tão bem.

no Centro de dia:

Do carinho, responsabilidade, respeito e profissionalismo com que são tratados os utentes.
Da amizade e dedicação das colaboradoras.
Da compreensão, educação e respeito.

no Porto de Abrigo:

Do carinho e dedicação aos residentes, bem como o trabalho/esforço para recuperação e manutenção da autonomia dos residentes.
É acolhedor, quer a nível físico, quer a nível das pessoas que aí trabalham, agradável e dinâmico.

no Serviço de apoio domiciliário:

Da competência e profissionalismo, simpatia e educação das colaboradoras.
É muito importante ter o abrigo para nos ajudar.

É com enorme satisfação que sentimos que as pessoas estão felizes com os nossos serviços.
Obrigada pela preferência!

novo ano

Janeiro é o mês dos recomeços, dos desejos e decisões. De tudo o que gostaríamos de concretizar. E às vezes de ultrapassar... Muitas das vezes não são coisas novas mas, são desejos que nos acompanham desde o ano anterior. Janeiro é uma nova oportunidade para voltar a tentar fazer o que ainda não conseguimos fazer :)

No Abrigo, Janeiro está a ser marcado pela expectativa de um ano cheio de desafios. E o principal desafio que sentimos é encontrar no dia a dia motivação para continuar a gostar do que fazemos e para nos superarmos.

A imagem que se segue reúne as palavras escolhidas pelos colaboradores do Abrigo como "a palavra" que gostaríamos que caracterizasse 2014.

A todos um bom ano!

já se sente o natal

No Abrigo gostamos do Natal. Gostamos da música, das árvores, das cores, do calor dentro de casa, do frio lá fora, dos doces que se aproximam e que sabemos deliciosos.

No Abrigo gostamos do espírito que, nesta altura do ano, enche os nossos corações e nos ajuda a olhar o outro de forma mais terna e faz de nós pessoas melhores.

Este ano, a Alice e a Juliana queriam ir de encontro ao que os residentes dizem ser "o seu presépio". E tanto queriam que com a ajuda, saber e experiência do pai da Juliana, construiram um presépio tradicional para a sala de estar do Porto de Abrigo ... e, da noite para o dia, fizeram magia!

O resultado, mais uma vez, é o que encontramos quando as pessoas que trabalham no Abrigo dão mais... e dão de si.

Satisfação e orgulho de quem constrói e dá, quando sente o reconhecimento e a satisfação de quem recebe e aprecia.

As casas são as pessoas que nelas vivem... e as tradições fortalecem e tornam especial a nossa vida em comum.

mosaico

O Mosaico Social é uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira que promove o intercâmbio de experiências e metodologias de trabalho entre as diversas instituições e convida à reflexão sobre o contributo das organizações da economia social na definição de políticas de desenvolvimento local e social.

Em 2013, Santa Maria da Feira afirma-se como um espaço de Encontros!

Encontros entre o local e o global, através da realização conjunta da terceira edição do Mosaico Social com a nona edição da MANIFesta - Assembleia, Feira e Festa do Desenvolvimento Local e da Economia Social, uma iniciativa da Animar - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local.

O III Mosaico Social & IX MANIFestafoi uma experência emocionante para o Abrigo. Permitiu-nos apresentar o nosso trabalho no espaço infantil com a história da camisola e partilhar a nossa experiência do projeto Felizidade nas comunicações livres.

Além do esforço que o calor acentuou, vivemos uma noite de emoção na Gala Prémio Concelho Solidário.

Nesta gala são homenageadas as entidades e instituições que, pela sua atuação, inovação e boas práticas contribuem para a promoção da coesão e desenvolvimento social do concelho.

O Abrigo esteve nomeado na categoria "infância e juventude" e na categoria "população idosa".

Pelo trabalho que o Abrigo desenvolve na área da população idosa, recebemos o prémio concelho solidário 2013.

A atribuição destes prémios depende da nomeação das instituições que compõem a rede social. A todos os que reconhecem o nosso trabalho e nos distinguiram com a sua votação... o nosso sentido obrigada!

A todas as outras instituições premiadas, os nossos sinceros parabéns!

e se de repente

acontece uma situação inesperada? e se de repente um momento qualquer do nosso dia se transforma numa emergência?

Diariamente entram no Abrigo mais de uma centena de pessoas. Diariamente há pessoas que vivem cá em casa. E, normalmente tudo corre bem.

O sentido de prevenção leva-nos, tal como a legislação, a estar preparados para acontecimentos inesperados que possam colocar a nossa segurança em risco. E por isso, estivemos a treinar e a aprender o que devemos fazer se alguma coisa não correr bem.

Quando eramos uma instituição mais pequena sentíamos que era mais fácil. Agora, para que todos saibam o que fazer, o esforço é enorme para que os procedimentos de segurança sejam do conhecimento de todos.

E assim têm sido os últimos dias...  a pensar no simulacro geral de emergência. 

Mais artigos...

2021 | O Abrigo - Centro de Solidariedade Social de São João de Ver
Todos os direitos reservados. | Política de privacidade
Livro de reclamações online