Postais

Ainda há quem escreva postais de amor? Sem saudades do que já lá vai, que tal enviar algumas linhas com carinho a alguém especial?
Sem motivo especial. Ou então, porque no frio do inverno sabe bem receber uma chávena de carinho para aquecer o coração. E todos nós sabemos que meio caminho andado para receber... É dar!

Obrigada a todos os que nos acompanham desse lado. Ainda não vos tínhamos agradecido... Que falha a nossa! Obrigada!!!

até sempre

Os dias são todos iguais: manhã, tarde e noite, pequeno almoço, almoço e jantar.
Ainda assim, os momentos que marcam o correr dos dias, que marcam a consistência do tempo que passa, deixam espaço a que a vida aconteça.
É por isso que, apesar de tudo, os dias são todos diferentes.

Há dias em que devia ser possível parar. Mas, as regras não são essas. Não dá para parar. O que não quer dizer que não se sinta dor, saudade e tristeza.

Janeiro ainda não acabou no Abrigo e já morreram quatro pessoas. É normal, é a vida. O tempo não pára e a vida vai correndo. Pequeno almoço, almoço, jantar.

No Porto de Abrigo, a fotografia em cima da cama. A jarra com uma flor. A cama feita de forma especial.
São pequenos gestos para quem fica. Para quem não se pode dar ao luxo de parar. São gestos pequenos que convidam a fechar os olhos ainda acordado, nem que seja um instante.

Temos sorte, temos muita sorte. As pessoas que passam por nós deixam-nos um pouco de si, da sua história. É uma honra para nós poder fazer parte da vida de tantas famílias.

Aqui somos uns dos outros. Mesmo quando ficamos sozinhos, com os olhos fechados nem que seja por um instante. Para dizer adeus. Até sempre.

nova imagem, novo site

Sejam bem-vindos ao novo site do Abrigo.

Fizemos uma grande mudança mas, trouxemos connosco os artigos que fomos escrevendo ao longo dos anos.

Queremos continuar a contar a nossa história e a partilhar com o mundo o que fazemos.

Esperamos que fiquem desse lado e que nos acompanhem.


Em conformidade com as disposições legais aplicáveis e os estatutos da associação, convoco todos os sócios para se reunirem em Assembleia Geral, que terá lugar na sede da associação, sita na rua da estação 541 4520-618 São João de Vêr, pelas 20h30m do dia 26 de Novembro de 2018 com a seguinte ordem de trabalhos:

  1. Informações da Direção;
  2. Leitura do parecer do conselho fiscal sobre o orçamento para o ano de 2019;
  3. Apreciação e votação do orçamento e plano de ação para 2019;
  4. Outros assuntos de interesse para a associação. 

Se à hora indicada não houver quórum, a Assembleia terá inicio 30 minutos depois no mesmo local, com qualquer número de sócios e a mesma ordem de trabalhos.

São João de Vêr, 09 de Novembro de 2018
O Presidente da Assembleia Geral
Eng.º José Fernandes de Oliveira

Para consultar os documentos em discussão na assembleia, Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Obrigada!

Só é possível cuidar de pessoas se ouvirmos o que nos dizem. E, como habitual, fomos à procura das respostas às nossas perguntas. 

A nossa principal questão é "recomendaria o Abrigo a familiares e amigos?" e "Sim" foi a resposta de 100% dos utentes. No SAD, ainda obtivemos maior reforço do grau de satisfação quando a totalidade  dos inquiridos respondeu afirmativamente à questão "voltaria a recorrer ao Abrigo para solicitar o serviço de apoio domiciliário?".

Apenas uma última nota para dizer que as sugestões que recebemos estão a ser incorporadas no planeamento e as palavras gentis divulgadas às equipas de trabalho.

Reforçamos o desejo de continuar a fazer melhor quando sentimos que as pessoas de quem cuidamos nos ajudam a cuidar melhor.

O nosso sincero agradecimento.
Muito obrigada!

caves do vinho do porto

 

Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina, 
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.
Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.
Pablo Neruda

Este poema assinala o dia em que a Direção e a equipa de trabalho do Abrigo visitaram as caves do vinho do Porto. O poema foi escolhido para nos lembrar que não é pelo nosso tamanho que teremos êxito ou fracasso. O êxito está na capacidade que temos, como equipa, de dar o melhor de nós.

Este mote aliado a um dia bonito de passeio contribui para a construção de memórias felizes. É nos momentos mais difíceis que é importante demonstrar apreço pelo nosso trabalho. É nos momentos mais difíceis que é importante reforçar que juntos, como uma equipa, somos capazes de ultrapassar qualquer dificuldade. Sim, juntos somos mais fortes!

No Abrigo temos a certeza que quando todos dão o melhor de si, o Abrigo está a contribuir para um mundo melhor a cuidar de pessoas. E isso é muito, muito bom!

2018 | O Abrigo - Centro de Solidariedade Social de São João de Ver
Todos os direitos reservados. | Política de privacidade
Livro de reclamações online