Banco de Livros Escolares

  • O Abrigo
  • saas

Não sabe o que fazer com os livros escolares no final do ano? O Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social do Abrigo criou um Banco de Livros Escolares, inserido no Movimento Reutilizar.org, um movimento de recolha e partilha gratuita de livros escolares. Se tiver livros escolares do 1º ciclo que os seus filhos já não utilizam, pode entregá-los nos seguintes locais:
- Centro Escolar de São João de Ver;
- EB1 da Fonte Seca;
- EB1 de Souto Redondo;
- O Abrigo.

Até ao final de Julho, a nossa equipa irá recolher os livros entregues nas escolas para os organizar e atribuir às famílias no início do ano letivo. O Banco de Livros Escolares do Abrigo pretende contribuir para:
Fomentar entre alunos, famílias e comunidade o espírito de partilha e intervenção cívica;
Promover a sustentabilidade ambiental, reduzindo o consumo de papel;
Facilitar a poupança, minimizando o encargo das famílias com a compra de livros.

Entregue os livros de que já não precisa e contribua para para um melhor regresso às aulas para as famílias da comunidade de São João de Ver!

 

O trabalho da Marta e da Margarida não é fácil… Para trabalhar na área da intervenção comunitária, com famílias vulneráveis é necessário uma elevada capacidade de resiliência. De acreditar no lado bom da vida e das pessoas, quando o dia-a-dia nos mostra o lado frio, triste e solitário da vida e nem sempre o melhor das pessoas… Por vezes é difícil ouvir e por vezes é difícil fazermo-nos ouvir. Quando o desespero das pessoas que procuram ajuda é grande, a descrença ainda maior e a capacidade de ajudar é tão insignificante face á dimensão da necessidade, acreditem que é difícil acreditar num mundo melhor. Para trabalhar na área da intervenção comunitária é necessário ser-se um sonhador convicto, confiar que vale sempre a pena e não desistir face aos dias cinzentos, duros e difíceis. Ontem a Marta e a Margarida receberam esta mensagem de uma pessoa para quem a vida sorriu quando conheceu a Marta e a Margarida:

“ (…) Foi muito importante para que a minha sobrevivência fosse um pouco mais aliviada, de carência e privação. (…) Neste momento, estou nos meus momentos de reflexão (…), pensando em quem possa estar do outro lado a ler a minha mensagem, e a tomar consciência que eu existo, já que tantas vezes penso ninguém se lembrar de mim. Fico feliz por esta mensagem ir ao encontro de atento destinatário, que não só sabe que eu existo como também me ajudou para que a minha vida tenha um pouco mais de luminosidade. Obrigado pela atenção, pela grandeza nobre da vossa atitude, pela grandeza da vossa alma, com pessoas assim o mundo vai com certeza melhorar, obrigado.”

Há dias de sol e calor por dentro quando acreditamos no lado bom da vida e das pessoas. E isto sim, é importante!

dia mundial do livro infantil

  • O Abrigo
  • saas

No dia internacional do livro infantil, o Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social encheu-se de cor para dar um final feliz ao projeto solidário “Conta-me uma história”, oferecendo os mais de 70 livros recolhidos ao longo do mês de Março. Num final de tarde diferente convidamos algumas famílias para um encontro de promoção da leitura. E a provar que é de pequenino que se torce o pepino, uma das nossas crianças não fugiu ao desafio e encantou um grupo atento de miúdos e graúdos com a história da Borboleta Branca. Obrigada a todos quantos apoiaram este projeto e participaram doando livros infantis. A julgar pelos sorrisos das crianças que os receberam, não vão faltar mais momentos felizes lá por casa.
Boas leituras.

Conta-me uma história...

  • O Abrigo
  • saas

“O riso é eterno, a imaginação não tem idade, os sonhos são para sempre”
Walt Disney

Conhece aquele momento de felicidade que é ouvir uma história antes de dormir? O Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social do Abrigo está a desenvolver o projeto "Conta-me uma história...", um projeto solidário de promoção da leitura. Este projeto pretende, através da leitura de histórias de pais para filhos, proporcionar a criação de recordações felizes às famílias da comunidade de São João de Ver que são acompanhadas pela Marta e pela Margarida. Acreditamos que livros infantis usados podem, em novas mãos, ganhar outra vida e proporcionar sorrisos e sonhos a outras crianças. 

Quer ajudar? Até ao dia 30 de Março, deixe os livros que já leu na mesinha de cabeceira do quarto imaginário que recriamos no hall de entrada do Abrigo. 

Depois contaremos o final desta história… As nossas crianças agradecem. O Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social do Abrigo também.

porque quem cuida também importa

  • O Abrigo
  • saas

Ajudar a encontrar soluções e propor alternativas para que o dia-a-dia seja melhor, mais feliz.

O dia 10 de Outubro não foi apenas mais um dia de trabalho. No Abrigo, foi dia de voltarmos a sentir que estamos mais próximos daqueles que cuidamos. Convidámos a comunidade, que habitualmente nos recebe em casa, para nossa casa. Tínhamos a intenção de proporcionar um momento diferente, a vontade de transmitir uma mensagem positiva e o desejo de inspirar força e alento.

O “nosso” dia mundial da saúde mental foi dedicado aos cuidadores informais e familiares de pessoas com dependência. Não ignoramos as dificuldades de saber que a vida é, tantas vezes, apenas o que pode ser. E tantas vezes é muito adversa, decide repentinamente e vira do avesso o que parecia certo. Assim nos disseram as pessoas presentes no encontro de cuidadores. Este encontro transformou-se no momento de partilha e troca de experiências que pretendíamos oferecer, quando para lá das dificuldades, olhámos para a importância do papel do cuidador e o significado que cuidar de alguém pode representar na vida de quem cuida.

Temos consciência da responsabilidade que nos traz o compromisso que assumimos, mas sabemos que esse é o caminho. Vamos continuar ao lado daqueles que enfrentam o enorme desafio que é estar presente, sempre. Escutando, reconhecendo, esclarecendo e apoiando. Ajudando a encontrar soluções e propondo alternativas para que o dia-a-dia seja melhor, mais feliz. É isso afinal, o que mais importa.

Isso, e aprender com quem muito sabe, também. Obrigada.

Mais artigos...

2018 | O Abrigo - Centro de Solidariedade Social de São João de Ver
Todos os direitos reservados. | Política de privacidade
Livro de reclamações online